Interpretação

Pessoal

Interpretações, Significados e Análises de Letras de Músicas

Sobre o Blog

O Blog

No dia 19 de fevereiro de 2011, Thamirys Pereira Soares da Silva, com seus, então, poucos 13 anos, tornou público a todos que tivessem acesso à internet suas divagações sobre uma canção. A partir de então, apaixonou-se ainda mais por música, e descobriu o amor pelo universo dos blogs.
 
O objetivo inicial era lembrar as pessoas do caráter artístico das músicas - e das letras. Para isso, análises, críticas e interpretações foram elaboradas. Nessa trajetória, muitas músicas foram desvendadas, mas nem sempre foi fácil.

No ano de 2014, nenhum post foi publicado. O fim já era dado como certo. Muitos pediam pra que as atividades retornassem, muitos sentiam saudade. Voltamos porque sentíamos mais.

A Autora

Thamirys tem dezessete anos, é de peixes com ascendente em gêmeos (sim, acredita em astrologia), tem talento para debates e ama escrever. Para a universidade: Direito ou Ciências Sociais? Quer fazer os dois. E História. Cursou Controle Ambiental no Instituto Federal da Paraíba, de onde sente imensa saudade. É autora do Blog Interpretação Pessoal.

E-mail para contato: thamirys100@hotmail.com
    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

54 comentários:

  1. Boa noite, vcs podem me informar a interpretação da musica VOA BICHO (com maria rita) tenho que interpretar essa musica mas eu não faço a minima ideia de como se faz isso.

    ResponderExcluir
  2. Querido Anônimo, pedido atendido! Post publicado com sucesso e intitulado "Voa Bicho|Maria Rita e Milton Nascimento".
    --> Página Inicial

    ResponderExcluir
  3. A sua interpretação da música de Raul Seixas: Maluco Beleza. Desde já te agadeço.

    ResponderExcluir
  4. Por favor, interpreta a musica relicário do Nando Reis Thamirys. Obrigadão!

    ResponderExcluir
  5. Com atraso de alguns dias, eu sei.
    Mas a canção "Relicário" já está interpretada, querido Anônimo nº4!

    ResponderExcluir
  6. Rs, agora entendi porque voce falou que descobriu o nome do anonimo. Obrigado por me atender. Ps: no meu outro post pareceu que eu quis dizer que o nome do Nando era Nando Reis Thamirys, nem vi, kk.

    ResponderExcluir
  7. Por favor, voce poderia falar um pouco sobre A montanha mágica em um post, da para entender o sentido da musica mas tem passagens que ficam um pouco complicado de entender o que Renato buscou.

    ResponderExcluir
  8. Guilherme,
    Eu já pretendia interpretar essa música mesmo. Eu a acho muito interessante. Vou, com toda a certeza, escrever algo sobre ela.
    De toda forma, te indico um artigo de um amigo, Eduardo Rezende, sobre essa música:
    A Montanha Mágica

    ResponderExcluir
  9. Desculpas Thamirys, eu li as duas primeiras partes do artigo e nao gostei do jeito da escrita, e do jeito que ele trata. Talvez nao gostei por se parecer muito com o jeito de ser feito dos outros muitos que tem por ai na internet.

    ResponderExcluir
  10. Para falar a verdade li a continuação e nao gostei porque me pegava sempre balançando a cabeça de maneira negativa.

    ResponderExcluir
  11. Então, Guilherme, acho que o modo como o Eduardo interpreta as músicas é muito técnico, enquanto eu sou mais sentimental, digamos assim. As vezes também me pego dizendo "Ei, isso não é assim!", ao ler os artigos dele. Mas o grande problema com essa música (vou ser bem sincera) é que não vou muito com a cara dela. Portanto, assim como fiz com "Relicário", é capaz de demorar um tempo pra interpretá-la.

    ResponderExcluir
  12. Sim, sim... pode demorar o quanto quizer. Eu acho que o "V" é o melhor disco da legião.

    ResponderExcluir
  13. Obrigado pela divulgação Tha, desde já agradeço pelas dicas e ajudas que me proporcionou grande aumento de posts e seguidores. Guilherme talvez não entendeu o modo deu escrever, mas se quiser tenho outras interpretações, e de alguma delas você poderá gostar. Tha, muito obrigado! Sucesso! rs

    ResponderExcluir
  14. Não agradeça a divulgação, Edu, conteúdo de qualidade precisa ser visto. Quanto ao Guilherme, deixa só ele ver a sua interpretação de "Eu Sei"! Sucesso, Eduardo!

    ResponderExcluir
  15. Fui la ver "Eu Sei", muito bom mesmo.

    Isso que voces chamam de interpretar eu falo sempre que é somente dar nome a uma tal situação, ou como voce disse contextualizar. Quando fica legal é quando se sente uma sintonia do que voces escrevem com a música, isso nao aconteceu em "A Montanha Mágica", mas não estava querendo dizer que o Eduardo não sabia fazer uma boa contextualização mas sim que a interpretação de "A Montanha Mágica" nao ficou boa, ou na minha opinião "certa".
    Abração, boa sorte a vocês dois!

    ResponderExcluir
  16. Thamyris, li na sua descrição que você gosta de poesias né? então, passei pra pedir que você visite meu blog, no qual eu posto poesias e críticas de minha autoria, queria sua opinião, estou um pouco perdido, abraços...

    http://fantochesociais.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vinícius José, eu gosto de poesias, sim! Até já tinha dado uma olhadinha lá no seu blog.
      Achei uma coisa muito boa, a sua frequência de atualização. Muito bom, posts diários...
      Vou olhar com mais atenção e dar os meus pitacos por lá, pode deixar!

      Excluir
    2. Sério, fico muito feliz,pode esperar, vou estar todos os dias aqui, admiro muito seu blog :]

      Excluir
    3. Só passei pra agradecer sua manifestação no meu blog e me desculpar por n ter respondido até agora a pouco, estava meio sem tempo, mas agora vou voltar a escrever e atualizar o blog.

      Excluir
  17. Thamirys, você poderia falar alguma coisa sobre a música "A Fonte", claro que sabe de quem é. (:
    Eu não consegui entender direito onde ele quiz ir desta vez, porque mesmo dizendo todas aquelas coisas levando a música para um assunto Renato acaba a música dizendo que aquela é uma canção de amor; se conseguir me explica aí! Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Guilherme, meu bem, já estou te devendo interpretações! Não vou prometer nada dessa vez. Se tudo der certo, posso, sim, postar sobre "A Fonte". É esperar pra ver.

      Excluir
  18. Thamirys, meu bem, sei que voce está devendo mesmo! Está certa de não prometer nada desta vez. Torço para que tudo dê certo para você e que volte a "ter tempo". Vou esperar anciosamente para ver.

    ResponderExcluir
  19. Bom dia!!
    Gostaria de uma interpretação da musica. Bebida é agua. vc tem sede de que. de Titãs. Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, querido anônimo! Já estou providenciando!

      Excluir
  20. Thamirys, meu nome é Marcos Pereira, sou estudante de Licenciatura em Geografia no IFSP, estava em casa ouvindo Legião Urbana quando me bateu a vontade de descobrir o significado da música Daniel na Cova dos Leões e acostumado a ler interpretações digamos que simplistas fiquei muito surpreso quando vi a sua e venho por meio deste comentário lhe parabenizar pela análise feita de forma engajada na letra e na parábola, muitos não conseguem enxergar o significado. Parabéns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Marcos! Fico muito feliz que tenha gostado. A interpretação de "Daniel na Cova dos Leões" apresenta muita rejeição, portanto, é muito bom quando alguém se posiciona a favor. Muito obrigada pelos elogios e pelo comentário. Continue pesquisando pelo blog!

      P.S.: Adoro os IF's!

      Excluir
  21. Não abandone isso não... desde Março sem postagens.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Guilherme!
      Eu estava justamente ensaiando um post de despedida do blog. Estava pensando realmente em parar com o blog. As ideias parecem que se foram, as pesquisas parecem que não rendem. Cheguei a conclusão de que não se pode interpretar a arte, pois esta já é uma interpretação (da vida).
      No entanto, me lembrei que o propósito do blog não é realmente interpretar. Criei esse blog mais para mostrar a diferença da boa música para o resto: conteúdo.
      Enfim, não vou abandonar esse projeto. Só vou esperar que possa produzir algo de qualidade.

      Excluir
    2. Fico muito feliz por isso. Demore o que demorar, só, por favor, não pare!

      Excluir
  22. Renato não era muito de colocar título de canções em inglês, fez isso poucas vezes e algumas têm um motivo certo, como em "Baader-Meinhof Blues". Por este motivo quando ele coloca eu acho estranho.
    Sabe se havia motivo para ele colocar o título em inglês da canção "Acrilic on Canvas"? Se algo o inspirou a isso?
    Ou talvez até mesmo outras como "Love In The Afternoon", "Love Song"...

    Boa noite!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Engraçado que não estranho quando ele faz isso, Guilherme. As referências dele, acredito, sempre vieram mais em inglês. Mas enfim..
      Sobre "Love in The Afternoon" não sei explicar o porquê de estar em inglês, mas, obviamente, refere-se ao "era assim todo dia de tarde...".
      Quando a "Love Song", eu realmente não tenho nada na cabeça que explique.
      Já sobre "Acrilic on Canvas", outra vez, não entendo o porquê de ser inglês, mas subentendo que, por ser uma técnica de pintura, ele tenha optado por sofisticar o termo, ou mesmo deixar no que ele conhece como "original" (que seria o inglês). Acho que foi estética. Não sei se "Acrílico sobre Tela" daria o mesmo efeito, a mesma poesia que "Acrilic on Canvas" dá. A música é toda uma metáfora, o título também é.
      Curiosidade: Dizem por aí que "Acrilic on Canvas" foi escrita pra mesma pessoa pra quem Renato escreveu "Ainda é Cedo".

      Desculpe a demora pra responder, obrigada pelo comentário e boa tarde!

      Excluir
    2. Rs, essa curiosidade eu já sabia.
      :P

      Acho que as letras que tem "amor" no título passam a ser "love" para camuflar, para não dizer que está explicando o amor. E também porque, mesmo camuflando, é fácil saber que "love" é "amor".

      Excluir
  23. Fico muito feliz em saber que existam ainda jovens dessa geração com tamanha inteligência e bom gosto!


    O mundo não pode continuar como está!

    ResponderExcluir
  24. Oi! Eu queria dar uma sugestão de música: Secos e molhados - Rosa de Hiroshima. Eu acho uma música linda e queria saber mais sobre o seu significado. Obrigada. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, anônima (a julgar pelo 'obrigada')!
      É realmente uma linda canção. Vou providenciar.
      Abraços! =D

      Excluir
  25. Olá Thamirys, por acaso encontrei seu blog em buscas de interpretações e significados de algumas músicas.
    pelo que você postou vejo que curte música brasileira =D
    da uma olhada na minha página, é principalmente sobre nossa música, mas estamos começando a abranger mais os horizontes postando também sobre literatura, teatro, cinema, etc.
    https://www.facebook.com/QualidadeBrasileira

    ResponderExcluir
  26. Queria muito ver uma interpretação da música do Cazuza "Só as mães são felizes" Ficaria muito feliz e ela seria um desafio a vocês, bastante complexa e agressiva, porém linda como toda a obra do nosso grande poeta Cazuza.

    ResponderExcluir
  27. Parabéns pela iniciativa do blog! Apesar da pouca idade, vocês demonstram ter senso crítico bastante apurado e muita maturidade também, para dar interpretações tão certeiras a composições extremamente complexas. Continuem assim! Abraços!

    ResponderExcluir
  28. Olá Thamirys, estou acessando seu blog pela primeira vez e de cara já gostei muito. O verdadeiro significado de algumas músicas sempre me intrigou. Há poucos dias passei a pesquisar o assunto até chegar ao seu blog, que sorte a minha!
    A propósito o que você sabe sobre o significado da música "Negro Amor" de Bob Dylan? Sempre que escuto essa música associo ela ao "progresso imobiliário das grandes cidades" onde prédios antigos dão lugar a prédios novos soterrando toda uma história. Na verdade já ouvi comentários de que se refere a uma paixão não correspondida que o autor nutria por uma amiga, mas não vejo sentido nessa interpretação.

    ResponderExcluir
  29. Você ainda atualiza este blog?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só aprovo os comentários, infelizmente.

      Excluir
    2. Posso perguntar o porquê? Desculpa se estou sendo inconveniente, mas eu adorava seu blog.

      Excluir
    3. Tudo bem perguntar. Bem, querido anônimo, acho que foi acontecendo.

      Faz tempo que o blog existe, eu criei ele quando tinha 13 anos. Vou completar 17 em menos de um mês. Durante esse percurso, foi me faltando tempo, inspiração, fui encontrando outras diversões. Meu estilo foi mudando também, tem coisas que eu já escrevi aqui e não concordo mais...

      Além de que até hoje existem os haters! Claro, eu não aprovo os comentários maldosos, mas eles me deixam abalada por um tempinho depois de lê-los.

      Talvez eu ainda escreva qualquer coisa. Tem uma música que meu professor de português me fez interpretar numa prova. Quem sabe eu não escreva sobre ela - e meus planos são de escrever. Ainda assim, estou numa vibe de escrever mais sobre política, logo não é nada garantido.

      Enfim, fico feliz por você ter gostado de alguma coisa que eu escrevi aqui. Fico muito feliz. Queria muito ter tempo, ideias e disposição pra continuar aqui.

      Beijos e abraços!
      Força sempre!

      Excluir
  30. Olá Thamirys, sempre acompanho seu trabalho... Tenho 13 anos e me identifico muito com suas interpretações. Estou com saudades! Desde setembro sem posts. Por favor volte apostar, quero muito poder parar a minha rotina para ler seus posts. Com carinho ,de sua grande admiradora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, querida!

      Se identifique, por favorzinho! Eu adoro saber os nomes de vocês (já fiz amigos assim!!). Bem, não sei se voltarei a postar. Não estou muito conectada com o espaço do blog, então já nem prometo mais nada. Mas amo, de coração, saber que alguém gosta do que eu escrevo.

      Beijos e abraços!

      Excluir
  31. Encontrei seu blog. Estou impressionada com seus textos. Virei fã!

    ResponderExcluir
  32. Volteeeee Thamirys! Seu blog é especial! Poste nem que pouco frequente (:

    ResponderExcluir
  33. Adorei o blog, e vi várias músicas favoritas ali, então amei as tuas escolhas! Um comentario pedia frevo mulher, e eu faço coro! Amo essa música, ia ser legal ler a interpretacao! Parabéns!! E ah adorei o teu nome também hehehehe

    ResponderExcluir
  34. Boa tarde Thamirys.
    Vc ainda publica nesse blog? Muito legaL suas considerações sobre a música de Belchior. Eu, como muitos sou muito fã desse cara que anda sumido para nossa tristeza, mas suas músicas continuam para mim cantando a realidade que vivemos nesse Brasil, tão incerto, tão carente. Um abraço.

    ResponderExcluir
  35. Que magnífica a interpretação da letra "Índios" do Renato Russo. Outro dia ouvindo esta canção, depois de anos ouvindo, eu entendi q Renato falava de Deus. E VC tão jovem e tão madura. Tenho certeza de que hj o Renato sabe q ele, com sua música, conseguiu ajudar Deus a tornar a Terra um mundo melhor p vivermos!

    ResponderExcluir
  36. ola eu queria saber na musica do titas o que significa bebida e agua,comida e pasto ?

    e o que os titas defendem e criticam nessa musica?

    ResponderExcluir
  37. Bom dia Tamires! Me chamo Valdo, sou de São Paulo e adorei seu blog, tenho um vizinho mineiro que é fã do Raul seixas e tem uma música que ele adora ouvir "trem das onze" ele diz que retrata o sofrimentos de quem sai da sua terra prá tentar mydar de vida aqui, mas eu acho que parece que fala de quem morreu e quem ficou, o que você acha?

    ResponderExcluir

-Todos os comentários estão sujeitos à moderação da administração do Blog Interpretação Pessoal;
-Para ter seu comentário publicado sem maiores problemas, recomendamos que leia a Política de Comentários do nosso blog.